Autoridades Públicas

A Cidade de Badalona, em Espanha, promoveu a introdução de produtos de comércio justo em todas as máquinas automáticas (de café e açúcar) do município e é ativa na sensibilização dos cidadãos sobre o comércio justo e as compras públicas éticas.

www.badalona.cat


A Província de Barcelona, em Espanha, promove e financia Organizações Não Governamentais que trabalham com Comércio Justo, Banca Ética e Contratação Pública Responsável e é membro ativo da Rede Catalã de Contratação Pública Ética.

www.diba.cat


O Centro de Serviços Informáticos de Berlim (Berlin ITDZ), na Alemanha, é especialista na integração de critérios ambientais nos concursos públicos.

www.itdz-berlin.de


A Cidade de Dortmund, na Alemanha, deu início a um processo de contratação justa e aprovou uma resolução política contra a exploração de trabalho infantil.

www.dortmund.de


A Cidade de Helsínquia, na Finlândia. Todas as ações de contratação do município obrigam os fornecedores a cumprir as Convenções Fundamentais da Organização Internacional do Trabalho (OIT), como parte da estratégia geral de contratação. Pekka Sauri, Vice-Presidente da Cidade, é também o atual presidente da Campanha Procura+.

www.hel.fi/english


O Município do Maio, em Cabo Verde, tem experiência de projetos de Cooperação para o Desenvolvimento relacionados com a necessidade de agir quanto à promoção de condições laborais saudáveis e seguras, e com a exclusão do trabalho infantil.


A Cidade de Munique, na Alemanha, desempenha um papel de liderança na contratação justa na Alemanha, e em 2002 tornou-se o primeiro município a decidir não comprar produtos fabricados recorrendo à exploração de trabalho infantil.

www.muenchen.de


A Cidade de Zurique, na Suiça, após ter implementado amplamente a contratação pública ecológica no município, encontra-se neste momento, a integrar a contratação socialmente responsável.

www.zuerich.ch/